História

 

– Data de  Constituição: 15 de Janeiro de 1987

Dezembro de  1990: Declarada, nos termos do artº 3º do Dec.-Lei 460/77, de 7-11, Pessoa Colectiva de Utilidade Pública,  por despacho do Primeiro-Ministro de 9-12-90.

Fevereiro de  1991: Assinatura do Acordo de  Cooperação com a DGEBS – Direcção Geral do Ensino Básico e Secundário e a DREN  – Direcção Regional de Educação do Norte, no âmbito do Despacho Conjunto  13/SEAM/EBS/84, para elaboração de projectos de articulação com a equipa local  de educação especial de apoio logístico e de pessoal às Salas de Apoio de  Alpendurada e Tuías. Este acordo encontra-se ainda em vigência, através de  Contratos de Cooperação por ano lectivo, ao abrigo do disposto no n.º1 da Portaria  n.º1102/97 e do art.º n.º30.º do DL n.º3/2008. A CERCIMARCO, além dos apoios  acordados para o ano lectivo 2009/2010 (Terapia da Fala e Terapia Ocupacional),  tem cedido ainda o transporte às crianças que frequentam aquelas duas salas.

– 15 Janeiro  de 1997: 10.º Aniversário da  CERCIMARCO.

Junho de 1997 a Maio de 2000: Primeiro projecto no âmbito do Programa SER  CRIANÇA, cujos principais objectivos foram a implementação de um Centro de  Actividades Ocupacionais (C.A.O.) e um Serviço de Intervenção Precoce no  concelho. Este projecto incluiu ainda obras de beneficiação nas habitações de  15 famílias com crianças portadoras de deficiência, em parceria com a Câmara  Municipal.

Outubro de  1999: Assinatura do primeiro Acordo de Cooperação com o Centro Regional do  Norte para o funcionamento de um Centro  de Actividades Ocupacionais para 10 (dez) utentes, com retroactivos a Julho  de 1999. Aos utentes do CAO, além um variado leque de actividades ocupacionais,  recreativas e culturais, é ainda cedido a alimentação e o transporte.

Fevereiro de  2001: Após devida alteração dos Estatutos, foi declarada Cooperativa de Solidariedade Social, em harmonia com o despacho nº13  799/99 (2ª série), de 23/6, do Ministro do Trabalho e da Solidariedade, sendo  equiparada às Instituições Particulares de Solidariedade Social, produzindo  efeitos desde 31 de Janeiro de 2000.

Setembro de  2001: Assinatura do segundo Acordo de Cooperação com o Centro Distrital de  Solidariedade e Segurança Social do Porto, alargando o funcionamento do Centro  de Actividades Ocupacionais para 15 (quinze) utentes, com retroactivos a Julho  de 2001, e estabelecendo a lotação máxima do equipamento em 25 (vinte e cinco).  Este acordo foi ainda objecto de duas revisões, tendo a última sido assinada em  Abril de 2005 e estabelecido o alargamento da valência para a sua lotação  máxima, ou seja, 25 (vinte e cinco) utentes.

Agosto de 2002 a Agosto de 2005: Segundo projecto no âmbito do Programa SER  CRIANÇA, cujo principal objectivo foi a criação de dois Pólos de Animação  Sócio-educativa e Cultural nas freguesias de Vila Boa de Quires (Centro Cívico)  e de Soalhães (antigo Jardim de Infância de Eiró) – freguesias com índices de  insucesso/abandono escolar e número de beneficiários do Rendimento Mínimo mais  elevados – dirigido a crianças dos 6 aos 12 anos de idade cujas famílias  apresentavam menores recursos económicos e sócio-culturais. Este projecto  incluiu ainda obras de beneficiação na habitação de 15 crianças, em parceria  com a Câmara Municipal.

Setembro de  2003: Assinatura do primeiro Contrato de Cooperação com a DREN – Direcção  Regional de Educação do Norte – no qual é incluído o apoio ao Serviço de Intervenção Precoce, no  âmbito da alínea c) do nº1 da Portaria 1102/97, de 3 de Novembro. Este é um  serviço itinerante dirigido a crianças dos 0 aos 6 anos de idade, em situação  de risco ou com atraso no desenvolvimento, e suas famílias.

Maio de 2004: Criação de um Espaço Internet,  aberto a toda a população e de utilização gratuita, através de um projecto no  âmbito do Programa Clique Solidário,  cujo principal objectivo é a formação e certificação em competências básicas de  tecnologias de informação. Este espaço é ainda utilizado pelos utentes do  Centro de Actividades Ocupacionais para possibilitar, através de  videoconferência, o intercâmbio de experiências com utentes de outras  instituições nacionais.

Abril de  2005: Assinatura de dois protocolos com o Centro Distrital de Segurança  Social do Porto, no âmbito da medida social do Rendimento Social de Inserção, cujo objectivo é o desenvolvimento  de acções de acompanhamento desta medida (elaboração da informação social;  negociação, elaboração, acompanhamento e avaliação do programa de inserção).  Para tal foram constituídas duas equipas técnicas a funcionarem actualmente nas  instalações da Junta de Freguesia de Avessadas.

Setembro de  2005: Assinatura de dois Acordos de Cooperação para instalação de dois Centros de Actividades de Tempos Livres  (ATL), um em Vila Boa  de Quires e outro em Soalhães, com capacidade para 20 (vinte) crianças/jovens cada.  Este acordo foi uma forma de dar continuidade aos dois Pólos de Animação  Sócio-educativa e Cultural criados em 2002, no âmbito do Programa SER CRIANÇA. Às crianças é assegurado o  lanche e, para as que vivem mais longe, o transporte.

Maio de 2006: Assinatura de um Protocolo com a  Câmara Municipal de Marco de Canaveses, regulamentando o apoio financeiro e  técnico desta à CERCIMARCO. Este protocolo reportou efeitos a Janeiro de 2006.

08 de Julho de 2006: Atribuição da Medalha de Mérito Cívico do Município de Marco de Canaveses, Classe Ouro.

– 15 de  Janeiro de 2007: 20.º Aniversário da  CERCIMARCO.

Fevereiro de  2007: Assinatura de um Protocolo com  a Câmara Municipal de Marco de Canaveses, regulamentando o apoio financeiro  e técnico desta à CERCIMARCO. Este protocolo reportou efeitos a Janeiro de  2007.

Agosto de  2008: Assinatura de dois Acordos de Cooperação para a adaptação dos dois Centros de Actividades de Tempos Livres  (ATL), um em Vila Boa  de Quires e outro em Soalhães, com capacidade para 20 (vinte) crianças/jovens  cada, em CATL para extensões de horário e interrupções lectivas.

Fevereiro de  2009: Assinatura de um Protocolo com  a Câmara Municipal de Marco de Canaveses, regulamentando o apoio financeiro  e técnico desta à CERCIMARCO. Este protocolo reportou efeitos a Janeiro de  2009.

Julho de  2009: Assinatura de um protocolo com o Centro Distrital de Segurança Social  do Porto, no âmbito da medida social do Rendimento Social de Inserção, cujo objectivo é o desenvolvimento de acções  de acompanhamento desta medida (elaboração da informação social; negociação,  elaboração, acompanhamento e avaliação do programa de inserção). Para tal foi  mantida apenas uma equipa técnica do anterior protocolo, a funcionar nas  instalações da Junta de Freguesia de Avessadas.

Junho de 2010: Assinatura do Termo de Aceitação no âmbito da tipologia 6.12 – Apoio ao Investimento a Respostas Integradas de Apoio Social.

– Janeiro de 2011 – Após auditoria EQUASS, realizada a 9 e 10 de Dezembro de 2010, a CERCIMARCO viu  reconhecido o seu esforço na melhoria contínua dos serviços prestados aos seus  clientes, através da respectiva Certificação  EQUASS Assurance (Nível I).

OUTROS  PONTOS RELEVANTES:

Parceiro (representante das IPSS) no Núcleo  Executivo da Rede Social – desde Abril de 2005.
Parceiro na Comissões Alargada e Restrita  da CPCJR
– Representante das IPSS do concelho no  Conselho Municipal de Educação.
Candidatura ao Programa MASES – Medida de  Apoio à Segurança dos Equipamentos Sociais, para reabilitação da cobertura  e paredes do edifício sede/CAO  Centro de Actividades Ocupacionais, APROVADA EM EXECUÇÃO.
– Parceiro na candidatura da Câmara Municipal de  Marco de Canaveses ao Programa Regional do  Norte – ON.2: Programa de Acção “Centro Urbano do Marco de Canaveses – Espaço  de Inclusão”, APROVADA, que inclui a  reabilitação da Casa do Povo para instalação do espaço multivalência Marco de  Canaveses – Fórum 21, parceria  a cumprir com a criação de um Centro de  Recursos para a Inclusão, integrando Sala de Estimulação Sensorial, Sala de  Psicomotricidade e Gabinete de Atendimento.
Candidatura à Tipologia 6.4 – Qualidade dos Serviços e Organizações do  POPH, APROVADA EM EXECUÇÃO, para um  projecto de certificação da qualidade e capacitação dos Serviços Sociais  (Certificação da Qualidade).
Candidatura à  Tipologia 6.12 – Apoio ao Investimento a Respostas Integradas de Apoio Social  do POPH, que pretende a construção de um equipamento social na Vila de  Alpendorada e Matos, integrando as valências de Lar Residencial (para 16 clientes), Centro de Actividades Ocupacionais – CAO (para 30 clientes) e Serviço de Apoio Domiciliário a Pessoas com  Deficiência – SAD (para 15 clientes), APROVADA.

Candidatura (2011) à Tipologia  6.4 – Qualidade dos Serviços e Organizações do POPH, para um projecto de  qualidade EQUASS (Nível II), que visa a implementação e certificação no grau de  excelência do EQUASS (Nível II);